quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

CBF confirma retorno do Nordestão e mudanças na Copa do Brasil


O Campeonato do Nordeste, competição que teve sua última edição chancelada pela CBF em 2002, com 16 agremiações, voltará a acontecer, em seus moldes tradicionais, a partir do ano de 2013. A informação foi divulgada em um rápido pronunciamento do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, realizado na manhã desta quinta-feira (1º), em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro. Com isso, os Estaduais da região terão um formato mais reduzido. Os times do Nordestão só entrarão na parte final dos respectivos torneios domésticos. A competição terá 16 equipes, sem representantes do Piauí e do Maranhão. A coordenação técnica será da CBF, com apoio logístico das federações locais.

Apesar da divulgação ter acontecido somente nesta quinta, o retorno da competição já havia sido decidido desde a última quarta-feira, em uma reunião entre a Liga do Nordeste e representantes dos clubes e federações. Contudo, até o momento, o acordo de reedição do Nordestão garante a competição por pelo menos dez anos. O torneio terá 16 clubes, com a seguinte divisão: três clubes de Pernambuco, três da Bahia, dois do Ceará, dois de Alagoas, dois do Rio Grande do Norte, dois da Paraíba, dois de Sergipe. No primeiro ano, os participantes serão ABC, América-RN, Bahia, Botafogo-PB, Ceará, CRB, CSA-AL, Confiança, Fortaleza, Fluminense de Feira de Santana-BA, Náutico, Santa Cruz-PE, Sergipe, Sport, Treze-PB, Vitória.

Divido em duas etapas, a competição terá início com a formação de quatro grupos contendo quatro times. Os dois melhores de cada chave avançam para a segunda fase. Na etapa final, os clubes classificados se enfrentam em partidas eliminatórias até que sobre apenas o campeão. O Campeonato do Nordeste começará em janeiro de 2013 e vai até o mês de março.

Outras mudanças

Além do retorno do Nordestão, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, anunciou duas grandes novidades para o calendário do futebol brasileiro. A partir de 2013, os clubes que estiverem na Taça Libertadores da América também vão participar da Copa do Brasil, que será remodelada, estendendo-se ao longo da temporada, e com o aumento de 64 para 86 equipes.

Os times da Taça Libertadores entrarão na disputa a partir das oitavas de final, para completar 16 times. Caso sejam apenas cinco, e não seis clubes no torneio continental, a última vaga será completada pelo Ranking de Clubes da CBF, divulgado ao final de cada ano. A Copa do Brasil vai durar de março a novembro.

0 comentários:

Postar um comentário